domingo, 22 de maio de 2011

Dream On– Aerosmith (1973)

Steven Tyler compôs a canção em fins de 1972 para o primeiro álbum de sua banda (Aerosmith, Columbia, 1973).
Mas havia um problema: a banda não tinha nenhuma música composta.
O produtor alugou uma casa para todos compusessem o maior número de músicas. Afinal, o contrato já estava assinado.
A Columbia até não estava muito empolgada com que chamava de “cópia dos Rolling Stones”. Mas, sem dúvida, precisava que alguma banda americana rivalizasse com os Stones.
Embora gravadora tivesse todo o departamento de marketing à disposição do primeiro disco de Bruce Springsteen, esperava que o Aerosmith compusesse material para um single (compacto).
O líder, Steven Tyler, tinha 24 anos quando conseguiu musicar num velho piano os versos de Dream On. A reação do grupo não foi das melhores porque era uma balada.
Como uma banda que pretendia fazer carreira no hard-rock começaria a ser conhecido por uma balada? Certamente não era um bom começo, mas era tudo que o grupo tinha. A faixa “Somebody”, também feita às pressas, serviu para o lado B do single.
E sobre o quê Steven Tyler escreveu?
É sobre o desejo que todo adolescente tem de ser alguém. Persistir nos sonhos como forma de não ser uma pessoa medíocre”, contou Tyler e acrescentou: “Eu tinha uma ideia dos versos desde os 17 anos, mas não conseguia terminar. Achava que nunca conseguiria compor uma música inteira”.
Quando o Aerosmith tocou a música pela primeira vez, em 1973, recebeu do dono da casa noturna a quantia de US$175 e uma garrafa de gim.
Ao contrário do que o próprio grupo achava, Dream On foi um sucesso e permanece como música obrigatória dos shows do Aerosmith até hoje.
Foi relançada diversas vezes ao longo de quase 40 anos e regravada por diversos artistas, como Eminem e Ronnie James Dio.

Dream On
(Tyler)

Every time when I look in the mirror
All these lines on my face getting clearer
The past is gone
it went by, like dusk to dawn
Isn't that the way
Everybody's got the dues in life to pay

I know nobody knows
where it comes and where it goes
I know it's everybody sin
You got to lose to know how to win

Half my life
is books  written pages
live and love from fools and
from sages
You know it's true, OH
All these things come back to you

Sing with me, sing for the years
Sing for the laughter, sing for the tears
Sing with me, just for today
Maybe tomorrow, the good lord will take you away

Yeah, sing with me, sing for the year
sing for the laughter, sing for the tear
sing with me, just for today
Maybe tomorrow, the good Lord will take you away

Dream On
Dream On
Dream On
Dream until your dreams come true
Dream On
Dream On
Dream On
Dream until your dreams come true
Dream On
Dream On
Dream On
Dream On
Dream On
Dream On
Dream On

Sing with me, sing for the year
sing for the laughter, sing for the tear
sing with me,just for today
Maybe tomorrow, the good Lord will take you away
Sing with me, sing for the year
sing for the laughter, sing for the tear
Sing with me, just for today
Maybe tomorrow, the good Lord will take you away.
Letra do site:
http://www.ntl.matrix.com.br/pfilho/html/main_index/


Notas Fora da Pauta
Nota 1 – Nos anos 1990,  Aerosmith foi redescoberto pela geração MTV.
Nota 2 – Dream On foi regravada com arranjo de orquestra e novamente alcançou o topo das paradas americanas em 1993.
Nota 3 – Steven Tyler é pai da atriz Liv Tyler (Senhor dos Anéis). Atualmente, é jurado do programa American Idol.
Nota 4 – Em 2011, Aerosmith vem ao Brasil para shows e para o lançamento da biografia de Steven Tyler.
Jacy Dasilva

Ao sobrinho Ariel pelo seu aniversário de 16 anos.

2 comentários:

  1. Maior falha para alguém que diz curtir R&R, mas eu não conhecia... Obrigado

    ResponderExcluir
  2. O que é Phonopress?
    Blog não-comercial dedicado a contar histórias sobre obras musicais. Procura resgatar e valorizar compositores e intérpretes que se destacam na história da música mundial. Está aberto a todas as tendências e gêneros musicais.
    Jacy Dasilva

    ResponderExcluir